Resenha do livro O meu Everest

0
363

O Blog GR – Mostrando minhas paixões…

Resenha do livro O meu Everest

Oi, gente!

Tudo bem com vocês?!

O livro O meu Everest – realizando um sonho no teto do mundo, do Luciano Pires, é a leitura que vim compartilhar com vocês nesta semana.

O Everest é a montanha mais alta do mundo, no continente Asiático, no Nepal. Esta montanha faz parte do Himalaia. É muitooooo longe do Brasil, não é mesmo?!

Luciano Pires, executivo de multinacional, tinha um sonho: trilhar os caminhos do Everest. Ele não tinha experiências com montanhas nem tampouco era escalador de montanhas, mas preparou-se e foi pro Nepal realizar seu sonho de conhecer o seu Everest, como ele mesmo diz.

Fiz um vídeo comentando a leitura deste livro.

Aperta o play e vem ver…

Inscreva-se no meu canal>>>>

O que aprendi com este livro? Muitas coisas, e uma delas é que jamais devemos ter medo de escalar nossos “everests”.

Uma parte do finalzinho do livro:

“Morre lentamente quem não troca de ideias, não troca de discurso, evita as próprias contradições.

Morre lentamente quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado.

Morre lentamente quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova, não dá papo para quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da TV o seu guru e seu parceiro diário.

Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o “preto no branco” e os “pingos nos is” a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam o brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho, quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não acha graça de si mesmo.

Morre lentamente quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe.

Evite a morte em suaves prestações, lembrando sempre que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar!”

O que vocês acharam?

Já leram este livro?

Conta pra mim nos comentários, eu vou amar conhecer a opinião de vocês!

E eu vou ficando por aqui…

Espero de coração que tenham gostado!

Fiquem todos com Deus e até o próximo…

Beijos ♥♥♥